Radio Atalaia FM Rio. Aperta o Play!


domingo, 18 de outubro de 2020

Dia D da Campanha Nacional de Multivacinação termina com 95 mil doses aplicadas no Rio

 Dia D da Campanha Nacional de Multivacinação termina com 95 mil doses aplicadas no Rio

Campanha segue até o dia 30. Proteção de crianças contra paralisia infantil, sarampo e meningite é prioridade


Dia D da Campanha de Multivacinação  Divulgação


    Rio - Mais de 95 mil doses de vacinas foram aplicadas durante o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e de Multivacinação, realizada neste sábado. Todas as 237 unidades da rede de Atenção Primária – clínicas da família e centros municipais de saúde – funcionaram até 17h, além de 33 postos extras, entre eles três na modalidade drive-thru, montados em diversos pontos da cidade para vacinar a população. Entretanto, farmácias parceiras realizaram exclusivamente a vacinação contra o sarampo em pessoas com idade entre 15 e 49 anos.


   Até às 17h, as equipes vacinaram 18.068 crianças contra a poliomielite e 9.977 pessoas na intensificação de vacinação contra o sarampo. Além disso, foram aplicadas 68.311 doses de vacinas pela campanha de multivacinação e atualização de caderneta. "O Dia D deve ser visto como um compromisso de toda a família. Precisamos proteger nossos bebês, crianças e jovens contra doenças graves como a paralisia infantil, o sarampo, a meningite, a febre amarela, entre outras" afirma Beatriz Busch, secretária municipal de Saúde.


   A campanha, que começou no dia 05, segue até o dia 30. Devem receber a vacina contra a poliomielite – a famosa gotinha – criancas de 1 a 4 anos, mesmo que já tenham as doses de rotina contra a doença. A Coordenação de Vigilância em Saúde comemora a procura da população pelo serviço no Dia D e espera que a adesão permaneça até o fim da campanha, o que demonstra a confiança da população na busca pelas unidades de saúde, que estão preparadas para atender os usuários com segurança, respeitando os protocolos sanitários.


  "Proteger nossas famílias é uma responsabilidade compartilhada entre o poder público e a população. Nossos bebês, crianças e jovens só estarão protegidos se tomarem as vacinas. E não podemos esquecer que o Rio de Janeiro vive um surto de sarampo, uma doença grave que pode levar à morte. Os adultos também precisam se vacinar", alerta a infectologista Patrícia Guttmann, coordenadora de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde.


   Crianças de zero a 15 anos também devem ser levadas aos postos para colocar a caderneta em dia. Todas as 18 vacinas dos calendários de imunização da criança e do adolescente estão sendo oferecidas durante a campanha. Contra o sarampo, devem se vacinar todas as pessoas com idade entre 15 e 49 anos, mesmo que já tenham sido imunizadas contra a doença.



POR O DIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

1° Conferência de Mulheres. na Igreja ADMVR em Jacarepaguá RJ.

  Vem aí 1° Conferência de Mulheres 25 Setembro as 18hs na Igreja ADMVR em Jacarepaguá Direção Neylma Neylma Preleitora Dra Iradi Coutinho ...