Radio Atalaia FM Rio. Aperta o Play!


sábado, 28 de novembro de 2020

Apesar de sugestão do estado, cidades não mudarão regras sobre covid-19

 Apesar de sugestão do estado, cidades não mudarão regras sobre covid-19

Governo atualizou Mapa de Risco e seis municípios voltaram para a bandeira vermelha


Aglomeração é grande preocupação com aumento dos casos de covid-19
Luciano Belford/Agencia O Dia

 

Apesar da mudança no Mapa de Risco da Covid-19, divulgado pelo Governo do Estado na noite de sexta-feira, as Prefeituras não pretendem alterar, num primeiro momento, as atuais regras estabelecidas. Na Região Metropolitana II (que abrange Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Maricá, Tanguá e Rio Bonito), a bandeira passou para vermelha (segunda mais grave). Já a Região Metropolitana I (Rio e Baixada Fluminense) voltou para a laranja (risco moderado).


Para as cidades em bandeira vermelha, o estado sugere a suspensão de atividades econômicas não essenciais e também definir horários diferentes nos setores. A assessoria da Prefeitura de São Gonçalo disse que a cidade continua em estágio laranja. Além disso, a taxa de ocupação das quatro unidades destinadas à covid-19 era de 80% neste sábado. Já Rio Bonito ainda não pretende fazer mudanças, mas a situação será avaliada ao longo da semana.


Em Niterói, a Secretaria Municipal de Saúde afirmou que o gabinete de crise monitora os indicadores diariamente e que, até o momento, "o indicador síntese permanece o mesmo, porém com tendência de aumento no número de casos". Além disso, a assessoria técnica do Plano de Transição tem se reunido com os setores produtivos que estão "retomando as principais ações de cuidados aos protocolos".


Já a Prefeitura de Maricá afirma que há mais de um mês a cidade está no estágio amarelo 2, com algumas restrições. Segundo a nota, foi "detectado aumento nos indicadores do comportamento da pandemia" e, com isso, comprou-se 120 mil máscaras de proteção, que começaram a ser distribuídas na última quinta-feira. Também foi instalada uma barreira em Ponta Negra, que fiscaliza vans e ônibus de turismo, além da reabertura do polo de atendimento para pessoas com sintomas da doença, em Itaipuaçu.


Bandeira laranja

Em relação à Região Metropolitana I, a Prefeitura do Rio não retornou o contato. Já Duque de Caxias disse que, em 13 de novembro, publicou decreto que "adota série de medidas de prevenção, suspendendo até segunda-feira (30) frequência ou visita a piscinas, exceto para aula de natação, clubes recreativos, rios, cachoeiras, Unidade de Conservação e visitas a pacientes diagnosticados com o novo coronavírus, internados na rede pública".


Por fim, Nova Iguaçu afirma estar monitorando o aumento de casos de covid-19 e "ampliou a oferta de leitos exclusivos para o tratamento da doença no Hospital Geral de Nova Iguaçu". Além disso, cobrou o  Governo do Estado pela abertura do Hospital Modular, construído no Aeroclube e que nunca funcionou.


POR O DIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Faça parte dos nossos encontros de Mulheres Vitoriosas .ADVEC Campinho RJ

  Nosso encontros têm sido cada vez mais especiais e marcantes. Estamos nos fortalecendo em Deus e, juntas, nos preparando para tudo o que ...