Radio Atalaia FM Rio. Aperta o Play!


quarta-feira, 10 de março de 2021

Após fala de Lula, Bolsonaro defende vacina e "tratamento opcional"

 Após fala de Lula, Bolsonaro defende vacina e "tratamento opcional"

Um dia após país registrar mais de 1900 óbitos por Covid-19, presidente pediu que população "confie no governo"


Reprodução
Bolsonaro participa de evento usando máscara


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) discursou pela primeira vez após o  ex-presidente Lula (PT) se pronunciar  sobre a anulação de suas condenações na Lava Jato, nesta quarta-feira (10), e mudou o teor da fala em relação à pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2).


Bolsonaro , ao lado de ministros, sancionou projetos de lei que ampliam a capacidade de compra de vacinas . Segundo o chefe do executivo, até o momento, 270 milhões de doses foram adquiridas, todavia, apenas 4% da população foi vacinada até agora.


Quase que de maneira inédita, o presidente usou máscara antes e depois de discursar. Em sua fala no Palácio do Planalto, disse que o “Brasil está fazendo sua parte” acerca da aquisição de imunizantes, mas também defendeu o uso de medicamentos sem comprovação no combate à doença.


“Não existe um medicamento ainda com comprovação científica, mas muitos médicos afirmam que existe tratamento opcional, que deve ser buscado”, afirma Bolsonaro.


Por iG Último Segundo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

Faça parte dos nossos encontros de Mulheres Vitoriosas .ADVEC Campinho RJ

  Nosso encontros têm sido cada vez mais especiais e marcantes. Estamos nos fortalecendo em Deus e, juntas, nos preparando para tudo o que ...